Itu Em Destaque!

 Destaques

Museu da Energia de Itu abre vaga para Educador Surdo

Museu da Energia de Itu abre vaga para Educador Surdo
fevereiro 21
07:34 2019




Com o objetivo de ampliar o número de colaboradores e garantir o acesso de visitantes com deficiência auditiva, o Museu da Energia de Itu, de propriedade da Fundação Energia e Saneamento, oferece vaga para educador surdo.

A iniciativa foi viabilizada com aporte do projeto “Museu da Energia de São Paulo – Reestruturação, modernização e acessibilidade”, premiado no Edital Modernização de Museus – Prêmios, promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram – Ministério da Cultura.

O profissional irá atuar com atendimento ao público surdo e ouvinte, auxílio no desenvolvimento de pesquisas e atividades educativas, além da elaboração de relatórios.

Os interessados devem dominar a Libras, ter facilidade de adaptação a novas situações, interesse pelas áreas de Cultura/História/Educação, museus histórico-científicos e ações educativas para espaços museológicos. Fazer leitura labial será considerado um diferencial.

Confira mais detalhes no site da Fundação Energia e Saneamento:

http://www.museudaenergia.org.br/compras-e-contrata%C3%A7%C3%B5es/trabalhe-conosco.aspx

Os currículos devem ser enviados até 1º de março no e-mail itu@museudaenergia.org.br  indicando no assunto “Vaga – Educador Surdo”.

SOBRE A FUNDAÇÃO ENERGIA E SANEAMENTO

Criada em 1998, a Fundação Energia e Saneamento pesquisa, preserva e divulga o patrimônio histórico e cultural dos setores de energia e de saneamento ambiental. Atuando em várias regiões do Estado de São Paulo por meio da Rede Museu da Energia (São Paulo, Itu e Salesópolis) e do Núcleo de Documentação e Pesquisa, realiza ações culturais e educativas que reforçam conceitos de cidadania e incentivam o uso responsável de recursos naturais, trabalhando nos eixos de história, ciência, tecnologia e meio ambiente.

EMPRESAS MANTENEDORAS DA FUNDAÇÃO ENERGIA E SANEAMENTO

Cesp e Sabesp




Mais Notícias

0 Comentários

Sem comentários

Deixe aqui seu comentário

Comente aqui

Escreva seu comentário